quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Conhecendo Mestra Tecla

Um encontro marcante com Mestra Tecla
A nossa vida é marcada por inumeráveis encontros: encontros fugazes, que alegram a existência, encontros que criam amizade e comunhão; e encontros importantes que orientam o nosso caminho e se fixam fortemente na mente e no coração.

Assim foi o meu primeiro encontro com a Primeira Mestra: deixou um sinal profundo em minha jovem vida. Estava em Alba, onde entrei com apenas 10 anos de idade, pouco antes do início da guerra. De forma rápida, o grande conflito impediu as comunicações e não me lembro de ter havido outros encontros com ela antes do fim da guerra.
Haviam me falado da Primeira Mestra, certamente, mas não me lembro de tê-la visto antes.

A guerra que havia destruído as nossas cidades, causado muitos lutos e devastado as estradas. Havia terminado fazia pouco tempo, quando, um dia, um longo tocar de sino, convocou-nos para ir ao pátio. A Primeira Mestra tinha chegado de Roma, depois de uma viagem cheia de peripécias. Havia um grande vozerio, um corre-corre para o portão e, depois, uma explosão de alegria.

A Primeira Mestra descia do carro todo empoeirado e voltava seu rosto para os lados, como se quisesse abraçar todas ao mesmo tempo com um só olhar. Conservo no coração aquela imagem, seus olhos profundos, o rosto sorridente e as suas primeiras palavras: "Estão todas bem?". 

Eu não era mais que uma menina, mas percebi o seu olhar sobre mim e, subitamente, senti o fascínio humano e espiritual. Jamais me esqueci daquele encontro.

Alguns anos depois fui a Roma, para o noviciado e para estudar.
Tive oportunidade de encontrá-la, sobretudo de vê-la quando, aos domingos, nos reuníamos no “estudo grande” e ela nos fazia dom de sua palavra que orientava a nossa vida, encorajava e também admoestava, quando era necessário, mas sempre com aquele olhar profundo e o rosto sorridente.
Transmitia-nos o pensamento do Primeiro Mestre, nos estimulava a viver e a doar intensamente as nossas jovens vidas, a cultivar a oração, a união com Deus, a sentir fervor pelas almas. Informava sobre suas primeiras viagens ao exterior para visitar as novas fundações e nos comunicava as dificuldades e a coragem das irmãs nos países distantes.
Falo ainda sobre sua visita ao meu local de trabalho, poucos dias depois de ter assumido a direção das Revistas catequéticas.

Tinha pouco mais de 30 anos e pouca experiência, mesmo se havia começado imediatamente depois dos estudos na redação e na animação catequética. Ela chegou inesperadamente, com seu passo rápido e me perguntou como estava o nosso trabalho, informou-se sobre a publicidade da nova revista Via Verità e Vita per la Famiglia, que devíamos enviar às casas filiais, e deu-nos algumas sugestões para facilitar-lhe a acolhida. 

As recordações se multiplicam, mas não posso alongar-me e narrá-las todas. Porém, tenho dela uma visão que sempre me aflora à mente e é aquela de sua atitude no santuário, onde permanecia longo tempo em oração, no último banco à esquerda, sob a grande cúpula. Ficava visivelmente em contemplação diante de Deus. 

Lembrando-a nasce no meu coração um profundo agradecimento ao Senhor por tê-la doado a nós, por eu tê-la encontrado, conhecido sempre melhor e por ela ter-me transmitido um grande desejo de viver em plenitude a vocação paulina.
M. Agnes Quaglini, fsp

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Deus cuida de de nós!


Peço que Mestra Tecla interceda junto a DEUS PELO MEU EMPREGO, ESTOU SUSTENTANDO UMA FAMILIA DE 4 PESSOAS.
Marilia do Carmo

Marília, 
reze com frequência esta oração de Mestra Tecla: "Jesus está conosco. Nós estamos com Jesus." Jesus será seu companheiro em todas as horas. Não desanime. Ele está com você.


Gostaria de agradecer a Deus todas as bênçãos a mim concedidas e a proteção as pessoas que amo. Gostaria também, pedir orações para que minha mãe possa fazer uma cirurgia com sucesso. Amém ! Paz e bem a todos !
Karem Naielle

Karem, querida
estamos em oração pela sua mãe. Importante é CONFIAR em Deus. Deus cuida das flores do campo e cuida de nós.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Pedidos e graças alcançadas

Mestra Tecla, intercede a Deus por nós

Luciane: Peço a intercessão da venerável Ir. Tecla que eu consiga levar minha gravidez até o final da gestação
Mestra Tecla, abençoe Luciane e seu bebê!


Charles e. Ceron: peço a ela que me ajude a sair das dívidas, pois estou muito preocupado.
Mestra Tecla, abençoe Charles e o ilumine para que supere esta dificuldade, ele e todos os que passam pela mesma situação.

Maria de Fatima: peço;a ir: o ap do daniel
Mestra Tecla, sabes de nossas necessidades. Auxilie Maria de Fátima.

Assunta: Peço a graça da minha saúde
Mestra Tecla, cuida da saúde de Assunta e de todos que precisam se sentirem melhores.

Esther: Agradeço a Ir. Tecla pela saúde
Mestra Tecla, agradecemos pela sua intercessão pela Esther e por tantas outras pessoas que sentem melhores. Obrigada!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Canção para cantar e rezar a Irmã Tecla


Canção para Mestra Tecla

Como se visse o invisível, você caminhou
Como se aurora já raiasse você acreditou, você acreditou!


Você foi Maria e Marta numa vida em comunhão
Como a luz que se faz dom, como o amor que se faz pão.
Irmã Tecla tão singela, semeadora escondida 


Do pequeno grão do Reino às crianças prometido.

Você foi fiel e forte quando a noite descambou
No caminho da esperança você nunca se cansou
Você ouviu a voz do povo que no mundo inteiro chama
E partiu levando a vida como luz que se derrama.

Você olhou bem alto e longe, mas pisou bem firme o chão
E mostrou na antiga estrada, novos meios pra missão
Sua vida é chama acesa que ilumina nosso andar
Canto novo anunciando a manhã que vai chegar.

(Composição de Ir. Maria Luiza Ricciardi, fsp) 

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

DIA DE CELEBRAR OS 100 ANOS DA FAMÍLIA PAULINA

Família Paulina - 10 vozes que anunciam o Evangelho

Uma grande família para um grande apostolado, ou no dizer de Pe. Tiago Alberione “uma grande árvore ” com dez ramos.

Apóstolo da Comunicação
Tiago Alberione nasceu em São Lourenço de Fossano, na Itália, no dia 4 de abril de 1884. Na passagem do século 19 para o 20, estando em oração, Alberione sentiu que deveria fazer alguma coisa pelas pessoas do novo século. Foi um profeta que soube responder plenamente aos apelos de Deus. Sua resposta foi de extraordinária fecundidade para a Igreja e para o mundo. Alberione morreu no dia 26 de novembro de 1971 e foi declarado Bem-aventurado no dia 27 de abril de 2003 pelo Papa João Paulo II.

A espiritualidade Paulinas
A espiritualidade paulina, centrada em "Jesus Mestre e Pastor, Caminho, Verdade e Vida", é atualíssima e leva em consideração Jesus em sua totalidade e o ser humano na sua integralidade. Diante dos problemas atuais da humanidade, neste início de século e de milênio, nada melhor que enfrentá-los, buscando iluminação nas palavras e ações de Jesus. Ele sempre tem algo a ensinar, a cada dia, ao homem e à mulher que buscam a vida em plenitude.

Em Maria, Rainha dos Apóstolos, temos o modelo para o equilíbrio entre a mística da vida e do trabalho apostólico. Ela, a primeira comunicadora de Jesus, é nossa inspiração e síntese de fé.

Paulo é o discípulo apaixonado por Jesus, no qual se inspirou Tiago Alberione. Ele é o nosso exemplo de ação missionária, nosso protetor e pai.

A partir de 1914 e 1915, surge a Família Paulina que concretiza o grande carisma acalentado no coração de Alberione: Viver Jesus Cristo, Mestre e Comunicador, Caminho, Verdade e Vida e anunciá-lo com os mais modernos e eficazes meios que o progresso humano oferecer. Para responder às novas exigências apostólicas vão surgindo através dos anos as diversas Congregações e Institutos da Família Paulina:

10 vozes que anunciam o Evangelho
1914 - Sociedade São Paulo – Padres e Irmãos Paulinos
Nós, Paulinos, proclamamos o Reino de Deus na missão específica de anunciar o Evangelho na cultura da comunicação. Fomos fundados em 1914 pelo Bem-aventurado Tiago Alberione, na Itália, e hoje encontramo-nos nos cinco continentes.

Como consagrados, somos chamados a falar ao maior número possível de pessoas de forma atual e profunda.

Somos Paulinos porque anunciamos o Evangelho do Mestre com a mesma ousadia do nosso pai e inspirador, São Paulo.

O jovem, quando ingressa numa de nossas comunidades, já vive a missão paulina, de forma concreta, desde a sua chegada. É a missão que nos dá identidade na Igreja.

Se você acredita que o anúncio do Evangelho com os meios de comunicação pode transformar o mundo, junte-se a nós e seja Paulino também.
Site: www.paulinos.org.br  -  E-mail: centrovocacional@paulinos.org.br


1915 - Filhas de São Paulo - Irmãs Paulinas
Nós, Irmãs Paulinas, somos chamadas e enviadas para viver e comunicar Jesus Cristo, Mestre Caminho, Verdade e Vida, na cultura da comunicação. Corno Irmãs comunicadoras de Jesus Cristo vivemos e realizamos nossa missão em comunidade.

Nossa espiritualidade está centrada em Jesus Mestre, em Maria, Rainha dos Apóstolos e em São Paulo apóstolo, de quem aprendemos o ardor missionário. A Eucaristia e a Palavra são fontes para nossa espiritualidade paulina.

Como mulheres consagradas para o anúncio do Evangelho nos colocamos a serviço da Palavra de Deus. O fundador, Bem-aventurado Tiago Alberione nos deixou a herança missionária de fazer dos meios de comunicação nosso lugar e espaço de evangelização. Por isso, ele nos dizia: "o rádio, a televisão, o microfone, os filmes... são nossos púlpitos (lugares de pregação). Os livros, as mensagens, as músicas, as livrarias são igrejas de onde anunciamos o Evangelho". Realizamos juntas esta missão, colocando a comunicação a serviço da vida.

Se você se sente chamada a entregar sua vida por esta causa, comunique-se conosco!
Acesse nosso blog http://www.blogpaulinas.blogspot.com.br e e-mail: irmaspaulinas@hotmail.com

1917 - União dos Cooperadores Paulinos
Padre Alberione, além das congregações religiosas e dos institutos, organizou leigos e leigas que estivessem estreitamente ligados à missão e à espiritualidade de suas fundações.

Os Cooperadores Paulinos ajudaram as congregações nascentes em tudo aquilo que era necessário, participando de sua mística e missionariedade. No pensamento de Padre Alberione, os Cooperadores são benfeitores, sim, mas, ao mesmo tempo, pessoas que compartilham do mesmo ideal com os membros das várias fundações.

É formada por homens e mulheres, jovens e adultos - que acreditam no ideal e no valor do carisma paulino e prolongam, nos mais variados ambientes, os múltiplos apostolados da Família Paulina.

São chamados a viver o apostolado paulino em todas as dimensões: catequese, redação, inserção nos meios de comunicação, evangelização, inserção nas diversas pastorais, acreditando que o carisma paulino é atual e urgente e constitui um grande desafio para o mundo de hoje.
E-mail: cooperadores@paulinas.com.br

1924 - Discípulas do Divino Mestre
Nós, Irmãs Discípulas do Divino Mestre, cultivamos uma espiritualidade litúrgica, centrada na pessoa de Jesus Mestre que se faz presente na Palavra, na Eucaristia e na comunidade reunida. Assim como Maria e o apóstolo Paulo, vivemos nossa consagração em comunidades de oração e de atividades apostólicas, no seguimento de Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida. Nossa missão na Igreja se insere no amplo horizonte do sacerdócio dos batizados, dos ministérios litúrgicos e da pastoral litúrgica. Essa missão acontece também através da formação litúrgica e da produção de subsídios que colocam a arte e a criatividade a serviço da Liturgia.

Se você sente no coração o desejo de consagrar sua vida a Deus, seguindo Jesus, venha nos conhecer, venha partilhar da nossa vida e da nossa missão.
E-mail: vocacional@piasdiscipulas.org.br

1938 - Irmãs de Jesus Bom Pastor (Irmãs Pastorinhas)
Nós, Irmãs de Jesus Bom Pastor, temos como centro de nossas vidas a pessoa de Jesus Bom Pastor, Caminho, Verdade e Vida. Alimentamo-nos da Palavra de Deus e da Eucaristia. Vivemos em pequenas comunidades a consagração religiosa, a vida de oração, a partilha de vida e dos bens e a missão comum.

Com um carisma bem definido, participamos da missão de Cristo Pastor, na edificação e no crescimento das comunidades cristãs, em colaboração e reciprocidade com os padres, bispos e leigos na Igreja.

Movidas pela compaixão do Jesus Bom Pastor, vivemos com simplicidade e disponibilidade nos lugares mais necessitados de evangelização, atuamos no anúncio da Palavra de Deus, na orientação bíblica, na catequese e liturgia, na formação de agentes de pastorais, nos movimentos populares e projetos sociais...

Você se sente atraída por esta missão? Entre em contato conosco! Venha ser Irmã Pastorinha, colocando sua vida a serviço de Deus e dos irmãos e irmãs na missão Pastoral.
E-mail: vocacional@irmaspastorinhas.com.br

1959 - Instituto Rainha dos Apóstolos (Irmãs Apostolinas)
No seguimento de Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, sob o olhar da Rainha dos Apóstolos e no espírito de São Paulo, nós, Irmãs Apostolinas, somos chamadas e enviadas a anunciar o Deus que chama "consumindo a vida pelas vocações".

Em nossa atuação pastoral, buscamos despertar a consciência de que todos somos vocacionadas e vocacionados. Ajudamos e acompanhamos as pessoas na descoberta e vivência de sua vocação e ministério na Igreja e no mundo para que o Reino de Deus aconteça entre nós.

Na simplicidade, na fraternidade e na oração realizamos nossa missão por meio de encontros e retiros vocacionais, orientação vocacional, semanas vocacionais, exposição vocacional, experiência de oração, formação de lideranças, participação nas equipes de Pastoral Vocacional e por meio do Centro Vocacional.

A você jovem, aberta à vida, ao amor, ao compromisso vocacional, o nosso convite: venha juntar-se a nós consagrando sua vida pelas vocações!
E-mail: apostolinas@hotmail.com

1960 - Institutos Seculares:

Padre Alberione, em sua preocupação apostólica, buscou contemplar todas as pessoas. Assim deu início aos Institutos de Vida Secular Consagrada e à União dos Cooperadores Paulinos.

Instituto São Gabriel Arcanjo - Gabrielinos
É destinado a homens solteiros que, como leigos consagrados, exercem sua missão na sociedade, usando dos meios que têm ao seu alcance para tornar conhecido Jesus Mestre.

Instituto Nossa Senhora da Anunciação - Anunciatinas
Destina-se a mulheres que se consagram a Deus no ambiente da própria família. As Anunciatinas realizam sua missão onde vivem, tendo como suporte espiritual a herança deixada pelo Bem-aventurado Tiago Alberione.

Instituto Jesus Sacerdote
Destina-se a sacerdotes diocesanos que aspiram viver a espiritualidade e missão paulinas e proclamam, onde se encontram, nuanças dessa vivência.

Instituto Sagrada Família
Tem como fim a santificação da vida conjugal e familiar. Cada casal que participa do Instituto acolhe o dom dos votos de pobreza, castidade e obediência e busca testemunhar o Evangelho no ambiente onde vive e age.
E-mail: institutospaulinos@paulinos.org.br

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Como se visse o invisível

Canção para Mestra Tecla

Como se visse o invisível, você caminhou 

Como se aurora já raiasse você acreditou, você acreditou!

Você foi Maria e Marta numa vida em comunhão
Como a luz que se faz dom, como o amor que se faz pão.
Irmã Tecla tão singela, semeadora escondida
Do pequeno grão do Reino às crianças prometido.

Você foi fiel e forte quando a noite descambou
No caminho da esperança você nunca se cansou
Você ouviu a voz do povo que no mundo inteiro chama
E partiu levando a vida como luz que se derrama.

Você olhou bem alto e longe, mas pisou bem firme o chão
E mostrou na antiga estrada, novos meios pra missão
Sua vida é chama acesa que ilumina nosso andar
Canto novo anunciando a manhã que vai chegar. 


(Composição de Ir. Maria Luiza Ricciardi, fsp) 
 
Online Advertising heloc